Mitos e verdades sobre e-commerce

Entre todos os mitos e verdades sobre e-commerce há uma única verdade absoluta e irrefutável. O setor não para de crescer desde que as primeiras lojas virtuais surgiram na internet.

Você ouve muito falar em venda de varejo, mas o e-commerce vai ainda mais além, com expansão permanente no setor de serviços, sejam eles financeiros, de suporte tecnológico ou outros.

Ficando, no entanto, só no terreno das lojas virtuais, temos um segmento que movimentará R$ 80 bilhões em 2019. Só no primeiro semestre, as vendas tiveram um crescimento de 12% em relação ao mesmo período de 2018.

O fato é que falar em crescimento do e-commerce já até se tornou um tanto quanto clichê. O que nós vamos precisar fazer, a partir de agora, é compreender o mix de oportunidades a serem exploradas por cada um.

Esse será o nosso grande compromisso ao longo de 2020. É tentar dominar os fundamentos, encontrar as grandes oportunidades e aprender a explorá-las com segurança e lucratividade.

Antes disso, todavia, temos que tratar de um tema de alta importância, que é o confronto entre os mitos e verdades sobre e-commerce. Num confronto desses é sempre desejável que prevaleça a verdade.

Os mitos, na verdade, têm o péssimo hábito de se colocar entre nós e nossos objetivos, confundindo nossas mentes e fazendo com que nossas decisões sejam adiadas, quando não acontece de abandonarmos os projetos com base em falsas crenças.

Vamos, então, tratar de derrubar os principais mitos, de modo que você possa remover de sua mente referências equivocadas, que nada agregam em suas decisões, muito pelo contrário.

Vamos em frente?

Eu criei a minha loja virtual e não gastei nada. Mito ou verdade?

MITO. Você já deve ter sido aconselhado a desconfiar de quem lhe oferece alguma coisa de graça.

Para quem vive num mundo capitalista, em que as pessoas precisam de dinheiro para satisfazer suas necessidades, é realmente muito estranho se alguém lhe oferece algo de graça. Ainda mais em se tratando de uma estrutura na qual você construirá o seu negócio de varejo virtual, obviamente, com finalidade econômica.

São ideias que não combinam e não se completam. Enfim, elas não fazem sentido algum.

É que há plataformas “gratuitas” no mercado. Daquelas do tipo “você mesmo monta a sua loja virtual”. São super práticas e intuitivas, mas gratuitas, gratuitas mesmo, elas não são. No mínimo, na melhor das hipóteses, essas empresas oferecerão a você um plano de hospedagem e a compra do domínio.

O problema é que você terá sérias dores de cabeça se precisar de suporte. Caso identifique algum recurso que a plataforma não tem, ficará sem ter como desenvolvê-lo.

Não vamos nos alongar muito nos problemas. Já deu para entender. Desconfie do que é muito barato. É muito mais seguro você pagar por uma plataforma exclusiva e um desenvolvedor, que ajudará você a construir o projeto de acordo com suas estratégias.

Meus produtos se divulgaram sozinhos, não preciso investir em Marketing. Mito ou verdade?

Mito. Vamos por partes, porque é um festival de mitos numa afirmação só.

Em primeiro lugar, não existe a possibilidade de um produto se divulgar sozinho, por melhor que ele seja.

Talvez você esteja falando de propaganda boca a boca, que acontece quando um produto é muito bom. Mas quem foi que divulgou para o primeiro a consumi-lo? Provavelmente, a própria empresa, seja em decorrência das técnicas de SEO para rankear a loja virtual nos mecanismos de busca, seja em função de um anúncio no Ads, seja, enfim, como produto de uma divulgação feita nas redes sociais do seu e-commerce.

O que nos leva ao segundo mito, que é confundir divulgação com Marketing. Vamos responder às duas questões de uma vez. Você precisa investir em Marketing e precisa, também, investir em divulgação.

O Marketing é a disciplina estratégica, que leva você a escolher um público alvo para atender, conhecê-lo e estruturar um mix de produtos que aquele público deseje comprar, além de posicionar sua marca. 

A divulgação é parte do Marketing Promocional, consistindo em tudo que você faz para tornar seu negócio e seus produtos conhecidos pelo seu público alvo.

Então, não se iluda, achando que vai economizar em Marketing. O que você precisa, na verdade, é ampliar o seu conhecimento sobre essa disciplina de negócios para não cometer equívocos e jogar dinheiro fora. Ela será vital para o êxito do seu empreendimento.

As vendas da minha loja física e virtual são um sucesso quando eu uso a mesma estratégia para as duas lojas. Mito ou verdade?

Vamos aceitar que haja uma meia verdade nessa afirmação. Afinal de contas, todos os canais precisam instrumentalizar a mesma estratégia de negócios, que é aquela definida pela empresa.

Isso quer dizer que o seu negócio obterá maior sucesso se os canais estiverem integrados. Você já deve ter ouvido falar em omnichannel, que é um modelo de consumo que vem dissolvendo o muro que separa os canais físicos dos virtuais.

É quando seu BackOffice e seus canais têm a mesma visão do negócio, refletindo a própria visão do cliente, que utiliza vários deles em um único processo de compra.

Por outro lado, isso não quer dizer que a sua loja virtual terá as mesmas estratégias da sua loja física. A logística é diferente, a comunicação idem, assim como o processo de compra.

Vamos assumir como um meio mito ou uma meia verdade.

Qualquer pessoa pode fazer a gestão de um e-commerce, não precisa ser um especialista

Mito. Essa é a famosa pegadinha, porque você deve estar cansado de ouvir por aí que qualquer um pode fazer a gestão de um e-commerce.

Pode, sim, fazer uma boa gestão sem ser especialista, contanto que tenha o apoio de especialistas.

O e-commerce é mais complexo, em termos de gestão estratégica, porque é mais fácil sua loja virtual desaparecer na internet do que uma loja física não ser vista por um grande contingente de pessoas diariamente.

Você precisa de pelo menos um especialista em Marketing Estratégico e outro em Marketing Digital. Ou, para nós resumirmos, o ideal é que você tenha o apoio de uma agência digital ao longo de todo o percurso, pelo menos até que se torne você mesmo um especialista.

Vender pela internet é fácil, eu ganho dinheiro sem muitos esforços. Mito ou verdade?

Nesse caso, nós temos que separar o que é vender fácil do que é ganhar dinheiro sem muitos esforços.

Existe uma coisa interessante no mundo dos negócios. Não existe venda fácil. Se os seus produtos vendem muito, é porque você tem uma boa estratégia. Se você tem uma boa estratégia, é porque teve que ralar muito para construí-la.

Ou seja, ganha mais fácil aquele que melhor soube entender o seu negócio e o comportamento do seu público.

Vender pela internet não é nada fácil, mas você ganhará dinheiro com menor esforço caso se esforce muito na tarefa de estruturar o seu negócio. Deu para entender o trocadilho?

Minha loja virtual é pequena, a conversão de vendas é baixa. Venda pela internet é só para grandes empresas. Mito ou verdade?

Mito. Além de ser mais um mito, a ideia de que vender pela internet é só para grandes empresas é uma crença que paralisa a iniciativa das pessoas.

O que importa é a estratégia que você traçou para o seu negócio. O que importa é colocá-la em prática, acompanhá-la e aperfeiçoá-la.

Aproxime-se dos parceiros certos e, não importa o tamanho do seu e-commerce, ele prosperará.

Tenho poucos produtos para abrir um e-commerce, minha loja não vai vender. Mito ou verdade?

Mito. Sua loja pode não vender nada mesmo tendo milhares de produtos. Se você não fez um bom SEO para o seu site, não criou uma boa identidade visual, não criou uma tática promocional com a mensagem e os canais adequados, não faz diferença se o seu portfólio tem 10 ou 10 mil produtos.

É claro que é melhor ter muitos do que poucos produtos. O mais importante, no entanto, é que você tenha clareza de qual é o seu negócio, qual o seu público e o seu posicionamento.

Um convite…

Para concluir, gostaríamos de fazer um convite para que você explore esse universo do e-commerce através do nosso blog.

Temos conteúdos de alto valor, que ajudarão você a identificar o que tem importância e o que é verdadeiro.

Nós apoiamos empreendedores em suas iniciativas. Por isso, queremos que eles sejam esclarecidos. Que sejam capazes de identificar onde estão as oportunidades e as armadilhas.

Dê-nos essa honra e nos ajude a conduzi-lo pela trilha do sucesso.

Quero acessar outros conteúdos.