O Tripé do Consumidor Virtual

Todo consumidor deseja ter seus anseios e desejos atendimentos durante um processo de compra tradicional, porém os consumidores de lojas virtuais são diferentes, eles são exigem em três fatores essenciais, sendo eles:

Comodidade e Praticidade
Todo o processo de compra deve ser simples, voltando para que qualquer pessoa sem praticamente nenhuma experiência prévia possa realizar uma compra, porque quando mais simples o processo mais fácil e será gerada assim uma maior comodidade na hora de executar as compras. E nessa comodidade também deve estar incluída toda a expectativa que tudo deve ser muito cômodo para quem estiver comprando de dentro da própria casa, ou seja, esse consumidor já espera que tudo seja prático e que não seja necessário mais nada além do processo de compra pela loja virtual para que seus anseios e desejos se materializem.

Rapidez e Agilidade
Em virtude de a internet ser um ambiente que está sempre em eterna mudança, ou as coisas nela acontecerem muito rápidas, é claro que o comércio eletrônico mesmo com suas características próprias deve acompanhar esse movimento. Todo consumidor espera que tudo seja muito rápido, ou seja, uma vez que o pagamento já foi efetuado ele espera uma confirmação rápida, um despacho rápido e uma finalização do processo mais rápido ainda, onde consiga superar suas expectativas. E para que tudo isso possa acontecer é necessário ter muita agilidade, ou simplesmente, ter um metodologia para vendas de produtos pela internet bem desenhada, para que mesmo nas intempéries do negócio tudo seja resolvido rapidamente.

Confiança e Segurança
O consumidor quando faz um negócio eletrônico, primeiramente ele precisa depositar toda a sua confiança, para que depois o seu pedido possa ser encarado como realizado e pronto para iniciar os andamentos internos da loja. Para que essa confiança seja maior num primeiro momento ou até mesmo durante as compras é importante que o lojista ofereça o maior número de componentes de segurança para o consumidor, e ainda que esses métodos de segurança sejam transparente e principalmente não crie barreiras para a concretização da venda. Porque dessa forma mostrando que existe uma preocupação em dar garantias durante uma compra virtual, se elevará o grau de confiança.

Em suma, todo comprador virtual deseja que esses fatores sejam especialmente trabalhados pelo lojista eletrônico, porque dessa forma ele irá acreditar e continuar comprando do lojista sempre que houver a necessidade do bem de consumo e mais ainda indicando para sua rede, o que fará do negócio muito provavelmente um sucesso.

FONTE: http://ecommercenews.com.br/artigos/cases/o-tripe-do-consumidor-virtual