O que você precisa saber para vender na Amazon

A Amazon iniciou suas operações Brasil em outubro de 2017, já possibilitando a venda por terceiros – pessoas físicas e jurídicas – através de seu site marketplace.  Saiba mais sobre por que e como vender no maior site de e-commerce do mundo.

Por que vender na Amazon?

A Amazon é uma das maiores empresas do mundo e líder na categoria de comércio eletrônico. Em 2017, a empresa foi responsável por 44% de todas as vendas do e-commerce dos Estados Unidos. A maior loja online do mundo é claro que já era também conhecida pelos brasileiros, e muitos inclusive já compravam do site antes mesmo da empresa operar no país.

A entrada da empresa no Brasil é recente e o cenário de crescimento é muito otimista. Além da força natural da marca, com certeza haverá – já está havendo – investimentos milionários para expandir sua operação no país e atrair novos consumidores. Isso significa que seus produtos estarão expostos nas vitrines de uma loja virtual que recebe milhões de acessos diários.

Quais produtos posso vender na Amazon?

Atualmente, é possível vender produtos novos e usados pertencentes a nove tipos de categorias (conforme classificação da própria Amazon): Câmeras, Casa e Cozinha, Celulares, Computadores, Eletrônicos, Ferramentas e Materiais de Construção, Games e Papelaria e Escritório.

Como vender na Amazon?

Vender na Amazon é muito mais simples do que em outros marketplaces, sem grandes burocracias. Atualmente, a empresa oferece dois tipos de planos de vendas, um chamado de profissional (mensalidade de R$ 19,00 + comissão de 10% por transação) e o individual (tarifa de R$ 2,00 por item vendido + comissão de 10% por transação). Para começar a vender, basta escolher um dos planos e realizar o cadastro através do site. O processo é totalmente online.

Para que serve uma plataforma integrada ao marketplace da Amazon?

Utilizar uma plataforma de e-commerce integrada com marketplaces é essencial para empresas que possuem mais de um canal de vendas (loja física, seu próprio e-commerce ou ainda outros marketplaces). A integração serve para sincronizar dados a fim de evitar alterações manuais, facilitar o cadastro de anúncios, centralizar o recebimento e controle de pedidos, além de automatizar diversos processos para seu trabalho se tornar mais ágil e eficiente.

Como o marketplace da Amazon ainda é novidade no país, poucas plataformas de e-commerce já estão integradas. A Moovin é uma destas soluções e inclusive já possui integração com mais outros 17 marketplaces.

Tenha uma loja virtual integrada ao marketplace da Amazon