Halloween no e-commerce: você aterroriza seus clientes?

No dia 31 de outubro é celebrado o Dia das Bruxas. Aproveitamos para dar algumas lições para você não aterrorizar seus clientes.

E-mail marketing

Cuidado com a frequência de envio de e-mail marketing. Receber e-mails promocionais seguidamente talvez seja uma das coisas que mais irritam os clientes. Por mais que eles até mesmo tenham em algum momento registrado interesse em receber mensagens da sua loja, pode ter certeza que não o desejam receber todos os dias.

Não responder contatos

O cliente manda e-mail, envia uma mensagem no chat, faz sinal de fumaça, e nada de resposta. Ou até recebe, mas depois de dias. Esse descaso e demora é frustrante, o que fará com que este cliente procure outra loja que responda a suas dúvidas. Por isso, tenha o controle e monitoramento de todos os contatos realizados através de sua própria plataforma e somente disponibilize um canal de mensagens instantâneas se você realmente possui operadores que responderão prontamente.

Formulários de cadastro

Nos formulários de cadastro sinalize com um asterisco (*) quais são os campos de preenchimento obrigatórios. Se o cliente digitar algum dado errado ou esquecer-se de informá-lo, sinalize no mesmo momento para ele corrigi-lo, a fim de evitar que ele avance de página e tenha que retornar. Caso isso aconteça, não o faça ter que digitar todo o formulário novamente. Indique somente os campos que foram incorretamente preenchidos.

Processo longo de checkout

Diminua os passos de seu checkout e mapeie quais são as etapas que o cliente deverá passar. Compactar o processo de 5 etapas em 3 é uma ótima alternativa. Apesar de que talvez sejam solicitadas as mesmas quantidades de informação, por ser um número menor de páginas, transmite ao cliente uma sensação de mais rapidez e praticidade (veja aqui o modelo de checkout que sugerimos).

Falta de paciência

A prática de compra online é ainda uma novidade para muitas pessoas, que possuem medos e receios. Seja atencioso, esclareça todas as dúvidas que tiverem, por mais que para você possam parecer banais. Tranquilize e conquiste estes clientes.

Ser indiferente na pós-venda

Se acontecer do cliente arrepender-se (sim, ele tem esse direito, manifestando-se em até sete dias úteis após seu recebimento) ou necessitar trocá-lo por defeitos, prontifique-se em fazer um bom atendimento. Lembre-se que o pós-venda é, na verdade, uma pré-venda da próxima venda. Pós-venda também deve ser trabalhado mesmo em casos de que não houve problemas. Convide o cliente a avaliar o atendimento da sua loja, comentar sobre o produto, etc. Isso pode lhe ajudar a aperfeiçoar seus processos, além de que estes comentários nas páginas dos produtos na loja dão mais credibilidade aos futuros compradores.

Boas vendas e um Feliz dia das Bruxas!