Frete grátis ou pago: confira 8 estratégias para atrair o cliente

Sabemos que, infelizmente, oferecer frete grátis pode ser uma prática impossível de ser adotada por algumas lojas virtuais e seus segmentos. Os custos são altos e ainda há o risco de o cliente devolver ou trocar o produto que, conforme a lei, em até 7 dias úteis após o recebimento é obrigação do lojista arcar com os valores de deslocamento. Portanto, cabe ao lojista fazer os devidos levantamentos para concluir se é viável ou não oferecer frete grátis. Para isso, é importante saber quais tipos de estratégias são possíveis de adotar:

1. Frete grátis em toda loja e sem filtro

Oferecer frete grátis em todos os produtos e para qualquer lugar do Brasil, a partir de um determinado valor de compra.

2. Frete grátis por região e por produto

É possível oferecer frete grátis apenas para uma região específica ou ainda por determinados produtos. Inclusive utilizar as duas formas ao mesmo tempo e a partir de um valor mínimo de compra.

3. Frete grátis por ocasião

Você pode pensar em uma campanha diferenciada. Por exemplo, no dia de comemoração da Revolução Farroupilha, ofereça frete grátis somente para o Rio Grande do Sul. E que tal oferecer frete grátis para todos os produtos femininos no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher? Se você for uma loja de roupas e calçados, pode oferecer frete grátis no dia 12 de outubro, na categoria infantil.

4. Multi-transportadoras

Tenha o cadastro de quantas transportadoras dispuser, e ofereça ao cliente em ordem de opções mais baratas. Ele seleciona conforme sua própria preferência.

5. Retirada na loja e motoboy

Se você possui unidades de lojas físicas ou representantes em outras localidades, pode oferecer a opção de retirada em mãos ou entrega via motoboy.

6. Frete bônus

Uma ideia interessante é a de frete bônus. Supondo que o cliente gastou 15 reais no frete, ele ganha o frete grátis para a próxima compra. Ou ainda, 15% de desconto na próxima compra. Servindo, inclusive, como uma maneira de fidelização.

7. Baixar o preço do frete

Nada impede que você baixe o preço de um tipo de entrega, como sedex e e-sedex. Por exemplo, se você oferece a opção de frete grátis, pode mostrar a vantagem de o cliente pagar um pouco mais para receber mais rápido. Claro, isto precisa ser previamente calculado.

8. Compensar aumentando o valor do produto

Esta prática é criticada por muitos, por não ser eticamente correta. Mas, para alguns produtos, pode ser uma estratégia válida. O frete grátis, ao meu ver, causa um impacto psicológico. Mês passado realizei uma compra em uma loja no valor de R$29,90 com frete grátis. Ao verificar o histórico de preço do produto em um comparador, vi que o mesmo já foi ofertado a R$19,90, pois provavelmente cobravam 10 reais de frete. Eu hesitaria em realizar a compra, já que o frete é a metade do valor do produto. Acabei pagando o mesmo valor total sem nenhuma dúvida.

Esperamos que alguma dessas estratégias possa ser aplicada em sua loja virtual! Mas lembre-se: oferecer frete grátis realmente pode ser inviável para seu negócio. É preciso que você avalie e teste. Uma alternativa é, se você ainda não oferece frete grátis, faça uma campanha específica, como exemplificamos anteriormente, e avalie os resultados.

Boas vendas!