Detalhes que podem fazer a diferença no seu e-commerce de moda

Talvez muitas pessoas não acreditavam que o mercado da moda poderia ter tanto sucesso no e-commerce, devido a alguns obstáculos como o fato do consumidor não poder “pegar” no produto, experimentá-lo, olhar-se no espelho, avaliar o conforto, etc. Mesmo assim, uma pesquisa realizada pelo e-bit referente ao primeiro semestre de 2013 indica que a categoria de moda e acessórios alcançou o primeiro lugar de segmentos de produtos mais vendidos.

Fique atento a alguns aspectos que podem fazer a diferença na sua loja virtual deste segmento:

– Vitrine: a vitrine são os produtos que estão expostos nas páginas de navegação, como página inicial e de resultados de busca. Utilize fotos em alta resolução, ofereça o recurso de “espiar”, que abre o produto para visualização de mais detalhes sem que o cliente necessite sair da página que se encontra. Utilize tags indicando se o produto possui algum desconto, se tem frete grátis, se é um lançamento, etc.

– Filtros de busca: É importante não deixar passar os detalhes do filtro de busca, que podem ser cores, tamanhos, marcas, faixa de preço etc. No segmento de calçados, por exemplo, pode-se definir inclusive a altura e espessura do salto. Você pode incluir o filtro “ocasião” (casual, social, esportivo…) e até mesmo detalhes mais específicos, como “com cadarço, velcro, com fivela, com bordado…”. Estes filtros facilitam a navegação do cliente, e aproxima-o já que o a loja virtual não conta com prateleiras e com aquele vendedor que indica produtos conforme a busca do cliente.

(Clique para melhor visualização)

–   Página do produto: Disponibilize fotos que possibilitem a visualização do produto de diversos ângulos. Colocar o cálculo para o frete nesta página também é importante, não forçando o cliente a adicionar o item ao carrinho para verificar o valor. Uma outra informação eficaz, é a indicação de que aquele produto já está acabando, como “aproveite! Restam apenas duas unidades”. Se quiser, você pode também inserir um vídeo, o que permite a visualização mais realista do produto, transmitindo inclusive mais segurança ao consumidor.

– Aproveite e leve também: no carrinho de compras você pode sugerir itens relacionados, uma ótima alternativa para tentar aumentar seu tíquete médio.

– Por que não ter um blog? Ofereça sugestões de looks, informações de moda, tendências.  Ou utilize-se mesmo das redes sociais. O Instagram é um canal interessante para este segmento. Fale com seu público.

– As políticas de devolução e troca de produtos devem ser claras e visíveis no site. Estes dados diminuem a desconfiança e medo do consumidor, elevando as suas chances de venda;