Como utilizar a ferramenta “avise-me” para vender mais

Apesar de parecer ter o único propósito de enviar um e-mail ao cliente quando um item de seu interesse voltou ao estoque, o “avise-me quando chegar” proporciona outras oportunidades ao lojista. Saiba como melhor aproveitar essa simples ferramenta.

1. Cadastre variações que não possua em estoque

Se você não é o fabricante do produto, mas sabe que existem outras variações (tamanho, cor, sabor) do item apesar de não os possuir em estoque, cadastre-os mesmo assim. Por exemplo, uma loja de calçados que não compra sapatos de numeração 34 porque entende que não há demanda. Ao perceber que muitas pessoas solicitam o avise-me, a loja percebe que vale a pena revender esses itens.

Caso seja a própria indústria, também é interessante cadastrar variações que nem sequer são atualmente produzidas, pois é uma maneira de saber se esse item é de interesse do público e pode ser lucrativa a sua fabricação.

2. Mantenha ativos os produtos indisponíveis

Mesmo que todo o estoque de um produto se esgotou, mantenha-o ativo na loja virtual. Dessa forma, além do usuário poder registrar seu interesse pelo item, a sua loja continua sendo encontrada no Google nos resultados de busca por este produto.

É importante que estes produtos sejam exibidos na sua loja com uma tag “indisponível” e/ou uma coloração acinzentada, já deixando o usuário ciente para que não se frustre ao tentar adicioná-lo ao carrinho.

3. Confira o estoque de lojas físicas

Para quem possui lojas físicas e não utiliza o mesmo estoque do e-commerce, o sistema pode ajudar a decidir se vale a pena transferir itens conforme a demanda. Se o produto estiver disponível em alguma loja física, você pode entrar em contato com o cliente que solicitou o “avise-me” para confirmar se ele realmente tem interesse em comprar. Em caso positivo, aí sim você pode transferir o item para a loja virtual (desde que o ERP esteja integrado com a plataforma).  Chame a atenção do cliente de que o item não está reservado, e que ele deve aguardar o e-mail de notificação para então realizar o pedido na loja virtual

4. Aproveite para sugerir produtos similares

Uma das possibilidades pouco explorada pelos lojistas é de sugerir outro item similar ao que o cliente ficou interessado.  Para isso, é importante indicar um produto realmente parecido, com a mesma função, que tenha as características principais similares e com um preço também não muito diferente.

Um de nossos clientes, uma loja de calçados, que percebeu uma alta procura por uma bota esgotada. O fabricante, no entanto, não tinha a intenção de voltar a produzi-lo. Então a loja percebeu a oportunidade de fabricar o seu próprio calçado, com características semelhantes, e o divulgou para a base que solicitou o avise-me.

5. Coloque um preço mais baixo nos produtos indisponíveis

Uma ação que pode funcionar bem, é anunciar um preço mais baixo do qual você praticava no produto indisponível. Quem acessar a loja em busca do item, talvez preferirá se cadastrar no avise-me do que procurar em outro lugar, já que o seu preço está atrativo. Caso você receba muitas pessoas interessadas por isso, de repente consegue até mesmo aplicar este preço quando o item retornar ao estoque. O máximo que irá acontecer, é ter que voltar a utilizar o preço original, e essas pessoas receberão o e-mail do avise-me. Nesse caso não haverá problemas com propaganda enganosa, porque o produto simplesmente estava fora de estoque e ninguém tentou efetivamente compra-lo.

– Frequência de envio de e-mail

Quando novas unidades do produto forem adicionadas ao estoque, o envio do e-mail ocorre automaticamente para as pessoas cadastradas. Sugerimos a frequência de 10 em 10 dias, até que o cliente compre o produto ou se descadastre o seu interesse. Essa configuração pode ser feita na sua plataforma.

Quer abrir uma loja virtual ou migrar para a Moovin?