Classe média representa metade do e-commerce no Brasil

Apesar da franca evolução do e-commerce no Brasil, que obteve um crescimento de 40% para 14,8 bilhões de reais em 2010, podendo faturar cerca de 20 bilhões de reais em 2011, um dos fatores que mais chamou a atenção na pesquisa divulgada nesta terça-feira (22/03) pelo e-bit foi que a classe média (famílias com renda próxima de R$ 3.000) gastou cerca de 7,4 bilhões de reais no ano passado, o que representa metade do total faturado pelo comércio eletrônico em 2010, e significando um grande avanço para este tipo de comércio.

Para o diretor-geral da consultoria, Pedro Guasti, o comércio eletrônico no Brasil está cada vez mais conquistando os consumidores, que estão adquirindo itens que até pouco tempo tinham receio em comprar virtualmente.

“O e-commerce passa por um período de maturação. Isso se deve à grande aceitação do comércio eletrônico entre os brasileiros, que estão comprando produtos de maior valor agregado como eletrodomésticos, itens informática, eletrônicos e telefonia – mais especificamente notebooks, desktops e televisores”, afirma Pedro Guasti.

Os eletrodomésticos foram os itens mais vendidos dentro deste período, representando 14 para cada 100 produtos vendidos. Em segundo aparece os jornais, livros e assinaturas de revistas, totalizando 12 em cada 100 negócios, seguido por saúde, beleza e medicamentos (12%), informática (11%) e outros eletrônicos (7%).

Outro aspecto fundamental para alavancar o faturamento do e-commerce brasileiro foi o aumento do ticket médio, que passou dos atuais 335,00 reais para 373,00 reais, valor gasto por cerca de 23 milhões de consumidores.

O estudo ainda revela que atualmente existem cerca de 1,2 mil sites de compras coletivas operando no Brasil, oferecendo descontos que variam entre 50% e 70%. Os principais apontados pelo estudo são: Groupon, PeixeUrbano e ClickOn. “As pessoas aderiram muito bem a esse tipo de compra que oferece cupons de descontos”, afirmou Guasti.

FONTE: http://ecommercenews.com.br/noticias/pesquisas-noticias/classe-media-representa-metade-do-e-commerce-no-brasil